Conheça as principais causas da erosão ácida e saiba como tratar

Cuidar da saúde dos dentes é uma atitude muito importante, pois um sorriso bonito e saudável tem o poder de promover autoconfiança e autoestima. Atualmente, estudos apontam que a erosão ácida é um dos problemas que tem sido visto com maior frequência nos consultórios odontológicos. 

O esmalte dentário é a primeira linha de proteção dos nossos dentes. Segundo Friedrich Mohs, o esmalte é comparado em uma escala de rigidez e dureza com o diamante, sendo assim a substância mais dura do corpo humano. Ainda assim, a erosão ácida desgasta o esmalte e deixa os dentes suscetíveis a cáries e aos mais variados tipos de doenças.

As principais causas de erosão possuem origem intrínseca ou origem extrínseca:

ORIGEM INTRÍNSECA: 

Doenças gástricas: gastrite, regurgitações, refluxo gástrico.

Distúrbios alimentares: anorexia, bulimia.

ORIGEM EXTRÍNSECA:

Hábitos alimentares: dieta ácida, frequência de ingestão, momento da escovação.

Estilo de vida: saudável e não saudável (uso excessivo de refrigerantes, álcool, tabaco)

Medicamentos: baixo PH e redução do fluxo salivar, tranquilizantes e esteroides.

A Erosão ácida é uma ameaça a saúde bucal, já que ela acontece de forma silenciosa e não apresenta sintomatologia em estágios inicias. Porém, está associada a uma série de patologias, como:

Cáries
Quebras e trincas
Hipersensibilidade
Placa bacteriana
Gengivite
Tártaros
Mal hálito
Dentes amarelados

EROSÃO ÁCIDA x PREMIUM

O esmalte dental apresenta sem sua composição natural 97% de matéria inorgânica. Dentre esses minerais, a HIDROXIAPATITA é a que apresenta- se em maior quantidade tanto no esmalte como na dentina.

A linha PREMIUM® conta com a mais atualizada e inovadora tecnologia para prevenção e remineralização dos danos associados à erosão acida em estágios inicias, com eficácia no tratamento. Conheça mais sobre a linha PREMIUM® Pro Repair clicando aqui.